quarta-feira, outubro 27, 2021
Início Porto Velho Hildon Chaves acusa governo de Rondônia de fraude nas UTIs

Hildon Chaves acusa governo de Rondônia de fraude nas UTIs

” o colapso na saúde do município é culpa do Governo! ” afirma o prefeito Hildon Chaves

O aumento de casos da covid-19 na capital de Rondônia, Porto Velho, fez com que os leitos de UTI destinados aos pacientes com essa doença atingissem a ocupação máxima no sábado (23). O prefeito da cidade, Hildon Chaves, alega que o governo do estado fraudou informações para mascarar a real situação da pandemia na região, provocando um atraso nas fases de restrição para conter o avanço de casos.

“As informações que estavam sendo prestadas pelo estado estavam sendo mascaradas. Na sexta-feira à noite, por volta das 22h, fui informado que as unidades tinham 15 leitos de UTI disponíveis, por volta das 23h tivemos a informação segura de que o sistema estava em colapso”, explanou Hildon chaves

O Governo Federal repassou a Porto Velho mais de 163 milhões de reais só para o combate à Covid-19, contudo, a prefeitura de Porto Velho não entregou os leitos prometidos em campanha. Hildon Chaves afirmou em coletiva pessoas morrerão pelas ruas de PVH.

Hildon Chaves tinha prometido em 2020, durante as eleições que o reelegeu a prefeito, que entregaria os leitos de UTI à população de Porto Velho. Até agora, nada!

O Governo Federal repassou só para Porto Velho 163 milhões de reais para conter o avança da Covid-19. Esse montante de recursos foi criado justamente para a construção de hospitais de campanha, ampliação de leitos de UTI e contratação de pessoal.

Em pesquisa realizada pela jornalista Victoria Bacon foi verificado que o prefeito Hildon Chaves não entregou nenhum leito de UTI, porém, sua gestão recebeu os recursos federais para isso. Além dos 163 milhões recebidos pelo prefeito de Porto Velho para o combate à pandemia, mais 612 milhões foram repassados pelo Ministério da Saúde para Porto Velho (recursos da saúde pública municipal).

Em 22 de janeiro os leitos de UTI do sistema público de saúde de Porto Velho estava à beira do colapso com 80% de ocupação, sendo necessário a ampliação e leitos para o Hospital de Campanha na Zona Leste e recentemente do Hospital do Amor com 12 leitos.

Segundo o site oficial do Governo Federal, os repasses para os estados seguem os seguintes valores só em 2020.

– Valores diretos: saúde e outros. – Valores indiretos: suspensão e renegociação de dívidas:

Acre: R$ 6,8 bilhões.Auxílio: R$ 1,38 bilhão.

Alagoas: R$ 18,09 bilhões. Auxílio: R$ 5,46 bilhões.

Amazonas: R$ 18,5 bilhões.Auxílio: R$ 6,84 bilhões.

Amapá: R$ 6,7 bilhões.Auxílio: R$ 1,47 bilhões.

Bahia: R$ 67,2 bilhões.Auxílio: R$ 25,35 bilhões.

Ceará: R$ 42,5 bilhões.Auxílio: R$ 15,17 bilhões.

Distrito Federal: R$ 9,8 bilhõesAuxílio: R$ 3,45 bilhões.

Espírito Santo: R$ 16,1 bilhões.Auxílio: R$ 5,57 bilhões.

Goiás: R$ 27,1 bilhões.Auxílio: R$ 9,95 bilhões.

Maranhão: R$ 36 bilhões.Auxílio: R$ 11,8 bilhões.

Mato Grosso: R$ 15,4 bilhões.Auxílio: R$ 4,96 bilhões.

Mato Grosso do Sul: R$ 11,9 bilhões.Auxílio: R$ 3,71 bilhões.

Minas Gerais: R$ 81,4 bilhões.Auxílio: R$ 26,96 bilhões.

Pará: R$ 39,5 bilhões. Auxílio: R$ 14,71 bilhões.

Paraíba: R$ 21,2 bilhões.Auxílio: R$ 6,57 bilhões.

Paraná: R$ 38,6 bilhões.Auxílio: R$ 13,7 bilhões.

Pernambuco: R$ 42,7 bilhões.Auxílio: R$ 16,2 bilhões.

Piauí: R$ 19 bilhões Auxílio: R$ 5,68 bilhões.

Rio de Janeiro: R$ 76 bilhões.Auxílio: R$ 24,94 bilhões.

Rio Grande do Norte: R$ 18,3 bilhões.Auxílio: R$ 5,55 bilhões.

Rio Grande do Sul: R$ 40.9 bilhões.Auxílio: R$ 12,2 bilhões.

Rondônia: R$ 8,6 bilhões.Auxílio: R$ 2,64 bilhões.

Roraima: R$ 5,1 bilhões.Auxílio: R$ 1,04 bilhão.

Santa Catarina: R$ 21,6 bilhões.Auxílio: R$ 7,22 bilhões.

São Paulo: R$ 135 bilhões.Auxílio: R$ 55,19 bilhões.

Sergipe: R$ 12,9 bilhões.Auxílio: R$ 3,85 bilhões.

Tocantins: R$ 10,5 bilhões.Auxílio: R$ 2,28 bilhões.

Fontes: Portal da Transparência/Localiza SUS/Senado Federal- Dados até 15 de janeiro de 2021

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments